10 Aberturas Inesquecíveis de Séries de TV

Uma boa série nem sempre tem uma boa abertura. Às vezes, apenas uma simples animação com o título basta. Mas não dá para negar que aquela música escolhida a dedo ou criada especialmente para a série nos ajuda a criar uma conexão especial, e em muitos casos grudam de tal forma nas nossas cabeças que fica impossível esquecê-las.

Dito isso, começamos a pensar em uma pequena lista com as mais grudentas e facilmente reconhecíveis aberturas de todos os tempos, pegando tanto séries mais recentes, como sucessos das décadas passadas. É importante deixar claro que não quer dizer que essas são as melhores, e nem que não existam tantas outras excelentes, e que para você, sejam mais especiais. A missão era bem difícil, mas estamos aqui pra isso.

Nota 1: Eu realmente queria colocar aqui TODOS os vídeos, mas com a nova política do You Tube, é impossível prever quando eles serão retirados do ar.

Nota 2: As séries animadas e os seriados japoneses ficaram de fora, mas devem ganhar suas próprias listas num futuro não muito distante.

FRIENDS (1994 – 2004)

Para começar, vamos logo com uma das mais grudentas. Eu nunca curti muito Friends, mas até para quem não é fã da série, é preciso admitir que a abertura combina perfeitamente com o clima e com o tema principal: a amizade. Quem não se lembra de Monica, Ross, Rachel, Chandler, Phoebe e Joey dançando na fonte ao som de “I’ll Be There for You”?

UM MALUCO NO PEDAÇO – The Fresh Prince of Bel-Air (1990 – 1996)

Impossível não lembrar da abertura que o SBT sempre fez questão de passar por completo, em todas as infinitas reprises do seriado. A abertura conta uma pequena história que resume muito bem a trama inicial da série: Will sai de um bairro pobre da Filadélfia e vai para a badalada e elegante Bel-Air, em Los Angeles. E o que falar da música? Composta por Quincy Jones e Will Smith, e cantada pelo próprio Smith, “The Fresh Prince” é lembrada até hoje, mesmo com uma letra difícil de decorar.

THE BIG BANG THEORY

Aproveitando a deixa, não tem letra mais difícil de decorar (e de cantar junto) do que o tema de abertura de The Big Bang Theory. A música, criada especialmente para a série, se encaixa perfeitamente no clima.

TWO AND A HALF MEN – Dois Homens e Meio

Sabe quando alguém fica cantarolando uma música sem saber a letra direito? Pois é, o tema de abertura de Two and a Half Men até parece uma situação dessas. Não se pode dizer que seja uma letra de imensa profundidade (talvez até o Charlie pudesse compor um de seus jingles para a abertura), mas é difícil não lembrar da cortina vermelha, do microfone, e do “Men, Men, Men, Men, Manly Men, Men, Men”.

GAME OF THRONES

Apesar de ser bem recente, acho que dá para colocar esta na lista. Como esquecer da “miniatura” de Westeros, com as cidades crescendo e se modificando de acordo com os episódios, tudo com a música perfeita tocando ao fundo? Confesso que foi uma briga grande entre esta e The Walking Dead por esse lugar na lista, mas Game of Thrones acabou levando a melhor por ter uma melodia mais fácil de guardar.

ARQUIVO X

Como não lembrar da abertura que evocava todo o clima de suspense e as grandes conspirações que faziam parte da trama de Arquivo X? E para ficar melhor, ainda terminava com a frase “A verdade está lá fora”. [o vídeo abaixo só contém a música]

HAWAII 5-0 (1968 – 1980) / (remake 2010)

Agora é um caso curioso: voltamos ao passado, até a série original, mas mantemos um pé no presente, já que o remake de 2010 apenas modernizou a abertura. A música e o conceito continuam lá. Você provavelmente já ouviu a música tema diversas vezes, mas nunca deve ter ligado o nome à pessoa.

BATMAN (1960)

Você pode nunca ter assistido à série, pode até achar uma grande palhaçada da década de 60, mas com certeza você já deve ouvido pelo menos a música da abertura. “Batman, Batman, Batman, pararararararara… Batman!” Sim, porque ela ficou marcada na cultura pop, e é difícil de tirar da cabeça depois que você ouve.

FAMÍLIA ADAMS (1964 – 1966)

Esta eu acredito que a maioria não tenha visto (embora tenha sido reprisada há poucos anos num canal pago), mas não dá para dizer que nunca ouviu a famosa música, marcada pelo estalar de dedos. Ela é tão legal, mas tão legal, que você automaticamente estala os dedos só para acompanhar. E a versão dublada é muito bem feita.

JEANNIE É UM GÊNIO – I Dream of Jeannie (1965 – 1970)

Para fechar, eu queria colocar uma série que eu gostava de assistir quando era mais novo. Não, eu não sou tão velho assim. Eu peguei uma das várias reprises da série, e nem me lembro mais em qual canal passava, mas a abertura animada e o tema musical de Jeannie é um Gênio é inesquecível, assim como a Barbara Eden.

Faixa Bônus: ANOS INCRÍVEIS (1988 – 1993)

Esta é uma série que eu não dei o devido valor na época em que assistia, e acredito que tenha sido por conta da minha idade. Em Anos Incríveis, o protagonista, já adulto, contava como foi sua adolescência e o que aprendeu com suas experiências, sempre com um grande saudosismo. Talvez por ser ainda uma criança, eu não via graça. Mas hoje, já adulto, olhar para trás tem exatamente esse clima. E a abertura? Bom, o que dizer de algumas “filmagens caseiras” embaladas pela música “With a Little Help from My Friends”, dos Beatles, na voz de Joe Cocker. Simplesmente linda.

A lista só poderia ter 10 nomes (e mais 1 de bônus), então foi realmente difícil ter que cortar tantas outras aberturas legais (The Walking Dead, True Detective, Smallville, True Blood, Dexter, Doctor Who, Buffy, Agente 86, Zorro, etc). Dava pra criar mais umas duas listas dessas.