5 Séries de Super-heróis que não deram certo

Hoje tá todo mundo muito empolgado com o filão que os super-heróis rendem tanto no cinema quanto na TV. Temos séries com nossos heróis favoritos feitas com extrema qualidade e disputando a audiência com séries conceituadas, mas nem sempre foi assim. Como no cinema, a TV também passou pela sua “fase negra”. Vamos então lembrar de algumas dessas pérolas que, quando conseguiam passar do crivo e chegar à televisão, mal passavam da primeira temporada.

Blade

Depois do sucesso (e da roupagem) que Wesley Snipes deu ao personagem durante a trilogia no cinema, um “gênio” chamado David S. Goyer pensou em faturar mais grana produzindo uma série situada anos antes do primeiro filme, onde tínhamos o caçador de vampiros interpretado por Kirk Jones. Blade: The Series estreou em junho de 2006 e durou apenas 13 episódios.

Witchblade

Baseada na HQ da Image, a série mostrava as aventuras da Detetive da Homicídios Sara Pezzini (Yanci Butler), que entrou em possessão com o Witchblade, um antigo bracelete de imenso poder que é passado de mulher para mulher ao longo dos séculos, inclusive tendo passado pelas mãos de Joana D’Arc.

A série, que tinha o clássico ritmo de série policial americana, chegou a ter um relativo sucesso, e durou duas temporadas, estreando em junho de 2001 e encerrando suas atividades em agosto de 2012.

Mulher-Maravilha

Antes de termos Gal Gadot sendo escalada para viver a heroína, quase chegou às telinhas em 2011 uma série com Adrianna Palicki como a amazona grega, Elizabeth Hurley como a vilã e Justin Bruening como Steve Trevor. O canal americano NBC fez tudo: encomendou piloto, cenas foram gravadas, editadas e quando tudo parecia bem, eles deram pra trás e cancelaram toda a produção, deixando os fãs, que não vêem nada da Mulher-Maravilha desde a série dos anos 60 da Linda Carter, na mão.

Aquaman

Ainda na época do auge de Smallville, os produtores Alfred Gough e Miles Miller desenvolveram a ideia de dar a mesma repaginada na origem do herói aquático que deram para o Superman. Chegaram até a desenvolver o plot, que mostraria a adolescência de Arthur Curry, e contrataram Justin Hartley para viver o personagem. A ideia não foi pra frente, mas os produtores gostaram tanto do ator que o levaram para a 6ª temporada de Smallville, só que no papel do Arqueiro Verde. Cá entre nós, nem foi uma troca tão ruim assim.

Birds of Prey (ou ‘Mulher-Gato’, no SBT)

Esse é um dos maiores erros dessa fase negra dos heróis na TV, consequência do sucesso de Smallville. Tudo errado. A Caçadora era uma super-heroína meta-humana filha do Batman com a Mulher-Gato, e juntava forças com ex-Batgirl Barbara Gordon, que ficara paralítica depois de levar um tiro do Coringa, e Dinah Lance, uma garota com poderes de vidência. Juntas, as três ajudavam os cidadãos de New Gotham e tinham que enfrentar a vilã e psicóloga Harley Quinzel (Mia Sara).

Apesar do excelente índice de audiência do seu episódio piloto, a série, criada por Laeta Kalogridis (famosa produtora e roteirista de filmes como Exterminador do Futuro: Gênesis e Ilha do Medo), durou apenas 13 episódios que foram ao ar entre outubro de 2002 e fevereiro de 2003.