Conhecendo a Sala 4DX

Como presente de aniversário meu boy me levou para conhecer a sala 4DX e fomos ver Guerra Mundial Z (Já viu a crítica do patrão Beto?) Ao contrário do patrão, eu curti muito o filme e a experiência foi ainda mais animal por causa da tecnologia 4DX. É tipo o IMAX, só que ainda mais divertido! O filme por si só já é super tenso, agora imagina levar um solavanco da cadeira quando um zumbi se aproxima “de você”? Ou sentir cheiro de fumaça quando tem batida de carro? Ficou curioso? Vem que eu te conto tudo sobre essa nova experiência no cinema.

A rede Cinépolis foi a responsável por trazer essa tecnologia para o Brasil, sendo a primeira sala inaugurada em 2012 em São Paulo. Mas afinal, o que é 4DX? O 4DX é a sigla para 4D ‘X’perience (Experiência 4D). Ou seja, esta sala proporciona um ambiente com sensações além do 3D. Equipada com uma tela gigante de altíssima resolução, possui tecnologia 4K, que tem 3840 x 2160 pixels, as imagens apresentam ótima definição, são lindíssimas. As poltronas têm sistema eletrônico de movimentos, que permite simular quedas, trepidação e vibrações, além de aceleração e frenagem. Além disso, cada poltrona é equipada com dois pequenos altos falantes e dois dispositivos que soltam ar, simulando o barulho de, por exemplo, uma bala passando perto da sua cabeça. Cada sala possui instalações especiais, que geram até 20 efeitos de luzes, água, vento, aromas e névoa.

Na prática todo esse blábláblá técnico só dá para ser vivido, não muito para ser explicado. Experiência própria, na primeira cena que você experimentar os efeitos da sala você vai se agarrar loucamente na cadeira e seu coração vai tentar sair pela boca. Nunca passei tanta tensão em um filme, e apesar do filme ser bom, essa tensão toda foi proporcionada pela sala em si. Gente, é muita emoção assistir filme nessa sala! Tanto que ela não é recomendada para gestantes, crianças com menos de 4 anos e pessoas com problemas cardíacos ou portadoras de problemas físicos.

Nas cenas de ação você se sente dentro do filme, com diversos movimentos da cadeira (inclusive um que vem no meio das suas costas e me fez dar um pulo gigante da cadeira), cheiros, luzes e som e imagem com definição superior às demais. O 3D só faz tudo ficar mais emocionante. A parte ruim disso tudo é que como (quase) tudo que é diferente e legal no Brasil, o ingresso para uma sessão nessa sala também é muito caro. A inteira, pelo menos no cinema que eu vi (Cinépolis do JK Iguatemi em São Paulo), é R$ 73,00. Sim, 73 duras realidades para uma seção de cinema. Mas vale muito a pena! Para um programa diferente, algum filme que você queira ver muito ou se você só quer ter mini infartos durante mais de uma hora: vá conferir a sala 4DX, certeza que você não irá se arrepender.

Para mais informações: http://www.cinepolis.com.br/4dx/