Especial: Guia Rápido Doctor Who – Parte 2

Se você já viu o nosso Especial com o básico sobre a série e a nossa 1ª parte do Guia Rápido, é a hora de acompanhar o restante das temporadas, até a mais recente.

Atenção: A numeração dos episódios é a oficial, não a usada na Netflix.

guia-doctor-who-4

4ª Temporada – O Fim da Jornada

Na minha opinião (que não vale muito), os episódios desta temporada são bem fracos. Felizmente, por se tratar do fim de um grande arco que começou na 1ª temporada, quase todos os personagens secundários retornam para uma última viagem na TARDIS. Donna Noble volta para ser a nova companheira do Doutor e tem uma dinâmica bem engraçada com ele, principalmente no momento do reencontro (“Partners in Crime”). E é ao lado dela que o Doutor escuta pela primeira vez que seu tempo está acabando (“Planet of the Ood”), testemunha o nascimento de sua “filha” Jenny (“The Doctor’s Daughter”) e conhece a misteriosa River Song (“Silence in the Library / Forest of the Dead”), personagem que vai ganhar muita importância nas próximas temporadas. Martha Jones retorna numa dupla de episódios bem sem vergonha (“The Sontaran Stratagem / The Poison Sky”), mas é em “Turn Left” que a coisa fica boa (mas não vou dizer quem volta pra não estragar a surpresa). E nos dois episódios finais, a tripulação da TARDIS chega a um número inacreditável.

No grupo dos opcionais, temos uma aventura num Titanic do espaço (“Voyage of the Damned”) e um episódio MUITO interessante que lembra um pouco o filme O Enigma de Outro Mundo (“Midnight”).

Episódios para assistir: Partners in Crime (1); Planet of the Ood (3); The Sontaran Stratagem / The Poison Sky (4 e 5); The Doctor’s Daughter (6); Silence in the Library / Forest of the Dead (8 e 9); Turn Left (11); The Stolen Earth / Journey’s End (12 e 13).

Opcionais, mas bons: Voyage of the Damned (Especial); Midnight (10).

guia-doctor-who-5

Os Especiais – A História nunca termina

Após a 4ª temporada, foram produzidos 4 especiais marcando a despedida do 10º Doutor, como se fosse uma contagem regressiva. “The Next Doctor”, “Planet of the Dead” e “The Waters of Mars” são opcionais, já que tem apenas algumas menções ao que realmente interessa, sendo o 2º o mais fraco deles. É em “The End of Time” (Parte 1 e 2) que a coisa realmente esquenta, e o encerramento desse grande arco é mais um momento “prepare-se para suar pelos olhos”.

guia-doctor-who-6

Da 5ª à 7 ª Temporada

Aqui Doctor Who começa um novo grande arco, que embora ainda aproveite muitos elementos das temporadas anteriores, é um bom ponto de partida para quem quer começar a ver a série mas não conseguiu se acostumar com a 1ª temporada. Sob o comando de um novo showrunner – Steven Moffat, também responsável por Sherlock – a série ganha histórias mais conectadas, e portanto, fica mais difícil fazer um caminho rápido.

5ª Temporada – As Rachaduras no Universo e A Garota que Esperou

No início da 5ª temporada, somos apresentados ao 11º Doutor (Matt Smith) e a seus novos companheiros, Amy Pond (Karen Gillan), Rory Williams (Arthur Darvill) e a misteriosa River Song (Alex Kingston), que volta a aparecer na vida do Doutor depois de 2 episódios da 4ª temporada.

6ª Temporada – O Silêncio vai Cair

A temporada começa com um Especial de Natal (“A Christmas Carol”), que, embora não tenha relação com a trama principal, vale bastante assistir. Depois dele, começamos a história com uma reviravolta inesperada na série, e toda a temporada gira em torno de como evitar esse evento. Todos os episódios valem a pena, mas um dos pontos altos é a revelação de quem é a River Song, e como ela é tão importante na vida do Doutor.

7ª Temporada – A Garota Impossível

Começamos com mais um Especial de Natal (“The Doctor, the Widow and the Wardrobe”), mas FUJA deste! A não ser, é claro, que você queira assistir a tudo da série (até os episódios ruins). Dito isso, esta temporada é um pouco diferente das outras porque ela pode ser dividida em duas partes: até a metade o Doutor ainda viaja com os Ponds, e depois ele passa a viver suas aventuras com Clara (Jenna Coleman), a Garota Impossível.

Os episódios aqui não tem tanta ligação entre eles, até porque não existe propriamente um arco na temporada. É basicamente uma contagem regressiva para a despedida da Amy e do Rory, e depois passa a ser a resolução do mistério de quem realmente é a Garota Impossível. Mas tudo é importante para entender o que viria a seguir.

guia-doctor-who-7

Os Especiais – Os 50 anos e A Queda do Décimo Primeiro

Nesse ponto, se você pulou as 4 primeiras temporadas da série atual, é a hora de voltar à elas. Isso porque, para celebrar os 50 anos da série, foi produzido um Especial (“The Day of the Doctor”) que trouxe de volta o 10º (David Tennant) para contracenar com o 11º Doutor numa aventura que mostrou o que realmente aconteceu durante a Guerra do Tempo, e ainda apresentou o War Doctor (John Hurt), uma regeneração do personagem que nunca havia sido citada. Antes desse episódio ainda foi lançado um curta na internet (“The Night of the Doctor”) mostrando como o 8º Doutor se regenerou no War Doctor.

Já o Especial de Natal “The Time of The Doctor” encerrou a jornada do 11º, com a regeneração (que pra mim foi a melhor até agora) no 12º (Peter Capaldi).

guia-doctor-who-8

8ª Temporada – A Terra Prometida

Chegamos à temporada mais recente (até este momento) e nela vemos o 12º Doutor seguindo viagem com a Clara a bordo da TARDIS. Apesar de ter alguns episódios muito bons, o arco principal é meio fraco em comparação com os anteriores. Se você quiser pular algum, eu diria que “Robot of Sherwood” (3) e “Kill the Moon” (7) seriam boas opções para deixar de lado.

Já o Episódio de Natal (“Last Christmas”), que na verdade faz parte da 9ª temporada, é uma boa história com um ótimo final, mesmo que pareça boba com a presença do Papai Noel. Mas se você seguiu esse Guia e assistiu aos episódios, já sabe que em Doctor Who nem tudo é o que parece ser.