A Prévia de O Espetacular Homem-Aranha no Rio

Galera é engraçado pensar que dez anos atrás estávamos todos na expectativa pra ver Homem-Aranha, o primeiro filme do herói nas telonas. Depois de maravilhados com o primeiro, extasiados com o segundo e da ducha fria que foi o terceiro, estamos aqui mais uma vez empolgados com o novo filme do amigão da vizinhança; e a Sony promoveu um evento em treze países para saciar a curiosidade sobre O Espetacular Homem-Aranha, o reboot da franquia que agora é dirigida por Marc Webb. Bem, eu e o Bill estivemos lá com outros privilegiados pra conferir o novo trailer e uma prévia da fita e. posso falar pela galera que foi, ficamos com um feliz gosto de “Quero mais”.

Bem vamos começar falando sobre o que foi o evento “A História não Revelada Começa“. Em treze países simultaneamente a Sony inicou a transmissão às 18hrs (horário de Brasília), onde assistimos em Los Angeles o apresentador anunciar a presença do diretor Marc Webb, em Londres Rhys Ifans estava presente, Nova York foi presenteada com o próprio Homem-Aranha Andrew Garfield e os cariocas tiveram a moral de receber o maior staff da produção, contando com os produtores Matt Tomalch e o super poderoso Avi Arad e a linda, estonteante e simpática Emma Stone. Então logo de cara fomos apresentados ao novo trailer em 3D, onde vemos um Peter surpreendendo Gwen Stacy (Stone) ao chegar na janela do seu quarto, 20 andares acima: “Usei a escada de incêndio, seu porteiro me assusta” é a desculpa do rapaz. O trailer sai ainda hoje e assim que disponível colocaremos aqui, mas já posso adiantar que o filme vai se aprofundar na questão dos pais de Peter, coisa que o primeiro filme nem mencionou. Garfield está ótimo como o Aranha (nunca gostei do Tobey Maguire mesmo) tanto na ação como incorporando o lado irônico e sarcástico do personagem. Sério, me escangalhei de rir quando um ladrão vira pra ele e pergunta se ele é tira, e ele responde: “Você acha mesmo que eu sou tira ? com um colant vermelho e azul ?

Outras coisas me chamaram a atenção nesse trailer, como tio Ben (Martin Sheen), que nesse filme parece que é mais presente na vida de Peter do que como foi tratado anteriormente, pena que a tia May (Sally Field) apareceu pouco. Mas vemos a relação que se cria entre Peter e o Dr. Curt Connors (Ifans), que logo fica impressionado com a genialidade do rapaz, genialidade que é muito explorada ao mostrar Peter criando os lançadores de teia e aqui eu saoi um pouco do tema pra dar um ponto pra Webb. Outra das minhas poucas decepções nos primeiros filmes foi a exclusão dos lançadores e aqui eles estão perfeitos. E pra finalizar a apresentação de personagens, vemos o capitão George Stacy (Denis Leary, muito bem no papel) dando ordem de prisão para o Aranha. Aí se seguem as cenas de ação que são extremamente valorizadas pelo 3D, aqui usado para aumentar a vertigem dos saltos do Aranha e para que o público se sinta ao seu lado a cada salto dos arranha-céus ! Temos um relance do Lagarto, mas ainda muito rápido e fora de foco, vamos mostrar aos pouquinhos e finaliza com a promessa de contar a história não revelada.

Logo após o trailer começa uma rápida sessão de perguntas e respostas, começando por Marc Webb dizendo que é essa História não revelada, que mostra mais sobre os pais do Peter, Emma Stone expõe as diferenças entre Gwen Stacy e Mary Jane com um simples “Gwen se apaixona pelo Peter, Mary Jane se apaixona pelo Aranha“, mostrando que fez o dever de casa e conhece a personagem. Ifans falou sobre o complexo laço emocional que se cria entre Peter e Connors, principalmente por Connors conhecer os pais de Peter, e Andrew Garfield mais uma vez fala da honra e o medo que é ser o personagem, e imenda dizendo que “todo mundo se sente um pouco Peter Parker – e ele é parte de todos, o que é uma grande responsabilidade. Hoje sou eu dentro do uniforme, ontem foi Tobey Maguire e no futuro, quem sabe, seja um cara meio-negro meio-latino”, fazendo referência a Miles Morales, o atual Aranha nos quadrinhos Ultimate.

E então começa uma prévia de seis minutos, mostrando Peter na escola salvando um garoto de um trote e depois apanha de Flash Thompson. Quando Peter se vinga, Tio Ben é chamado na escola e dá uma bronca em Peter, o ensinando a ser responsável, e ao ver Gwen ele aproveita pra tirar um sarro com Peter, e na sequencia ver Peter e Gwen num inocente porém total papo de bêbado diverte e dá um tom leve pro filme e Stone não poderia ser melhor escolha pra Gwen, pois ela é a cara da personagem nos antigos traços de quadrinhos e vê-la em cena é um colírio para os olhos. E entre cenas não finalizadas, com Garfield ainda com cordas em suas costas, vemos ele se acostumando com os poderes, tudo com uma bela trilha do ColdPlay (quem souber a música por favor me avisa) e vemos também a continuação da cena do ladrão que é mais hilária ainda. Vemos mais sobre o Dr. Connors e como ele usa Peter e acidentalmente se transforma no Lagarto, atacando a ponte do Brooklyn. Depois vemos mais cenas de ação, como Peter brigando com a polícia e terminando na briga do Aranha com o Lagarto numa torre de rádio.

Cara, a ação tá muito legal e os diálogos também não ficam atrás, e isso é o que foi mais claro no filme. Vamos ver Peter interagindo com os outros personagens, e Garfield tem mais presença do que o seu antecessor, tanto como Peter quanto como Aranha. E ponto pra Sony por escolher o Rio de janeiro não só para receber o evento, mas também sendo uma das quatro cidades que receberam os astros do filme. O SuperHerohype nos chamou de “sortudos” por termos recebido a Emma Stone e somos mesmo; todos saíram super empolgados com o filme e contentes de terem feito parte de algo tão grande, e ainda ganhamos de brinde uma camisa maneiríssima, olha aí:

Mas o fato é que com Homem-Aranha vindo só dia 3 de Julho ver o filme parece um sonho tão perto e tão longe…E não perca nossa participação no evento que entrevistou os produtores do filme. Em Breve !