Crítica: A Busca

Galera cada vez mais o cinema brasileiro vem  se tornando mais forte, e isso tem dado confiança aos diretores e realizadores de experimentarem coisas novas, afim de torná-lo cada vez mais interessante e A Busca passa por isso, pois ele apresenta uma história simples e basicamente se sustenta pelo seu excelente elenco liderado pelo sempre excelente Wagner Moura.

No filme, o nosso eterno “Capitão Nascimento” é Théo, um médico bastante controlador em muitos aspectos de sua vida, principalmente no quesito familiar, com uma relação complicada com sua ex-mulher Branca (Mariana Lima)  e seu filho Pedro (Brás Antunes). Mas tudo isso muda quando Pedro foge de casa às vésperas de completar 15 anos, fazendo com que Théo parta atrás dele. Mas a viagem que era pra ser uma busca pelo filho desaparecido, acaba se transformando numa viagem de redescobrimento para Théo.

Já ouviram aquela frase “não importa o fim, mas sim a Jornada” ? É basicamente do que se trata aqui. A partir do momento que Theo parte para buscar seu filho Moura assume a frente do filme, com uma atuação simples, mas que torna o personagem extremamente real. O filme tem bastante humor, mas não um humor tipo “galhofa”, e sim gerado pelas várias situações no mínimo desconcertantes pela qual Theo passa, principalmente na cena da festa dos adolescentes. O diretor Luciano Moura, estreante na cadeira da direção, equilibra muito bem esses momentos “engraçados” com todo o drama de se ter um filho desaparecido. O resto do elenco também não deixa a peteca cair, e Lima Duarte se redime da sua pífia participação em “E a Vida Continua…”

A Busca é um filme bastante interessante, e já está tendo ótimas referências, como o selo do Festival de Sundance e teve uma ótima recepção no Festival do Rio, e uma boa pedida pra quem curte o nosso cinema em ascensão. Se Vale o Ingresso ? vale sim, é um filme sincero que embora não apresente nenhuma novidade em sua história, as atuaçãos e o enredo do filme já são muito legais e não decepcionam nem um pouco.

A Busca, Brasil, 2012 – 136 min.

Elenco: Wagner Moura, Mariana Lima, Brás Antunes, Lima Duarte.

Direção: Luciano Moura