Crítica: Amanhecer – Parte 2

Mais uma saga me deixando órfã (RIP Harry Potter), dessa vez a tão amada pelas meninas e mulheres do mundo: Crepúsculo! Eu estava bem ansiosa pela conclusão do filme (Para quem não leu a crítica sobre Amanhecer – Parte 1) e com um pouco de medo de cagarem a última parte da saga, porque né, quem viu o primeiro filme, Crepúsculo, sabe o que é destruírem a história de um livro na hora de adaptar para o cinema. Mas não, que boa surpresa foi ver esse filme: Fiel a história do livro, ótimas atuações, excelente adaptação e aquele clima de suspense e drama que todo final de saga merece. Segurem na minha mão, Amanhecer – Parte 2 é de arrancar lágrimas dos fãs!

O Amanhecer – Parte 1 termina com a Bella (Kristen Stewart) finalmente se transformando em vampira e abrindo aqueles belos e assustadores olhos vermelhos. Pois bem, o Amanhecer – Parte 2 começa exatamente aonde o outro filme terminou, mostrando as transformações físicas e mentais que a Bella sofre ao se transformar, e a felicidade que domina todos da família Cullen por ela finalmente ter se juntado à família. Esse filme tem como história principal o desenvolvimento e a vida de Renesmee Cullen (Mackenzie Foy), filha de Bella e Edward (Robert Pattinson), e todo o drama que o nascimento dela gera com os Volturi. Sim, os Volturi estão de volta, com a Jane (Dakota Fanning) mais assustadora e diabólica que nunca.

Para mostrar o crescimento muito acelerado da Renesmee eles precisaram usar, além da atriz principal, mais três diferentes atrizes e inserir o rosto da principal com computação gráfica. Fica sim um pouco estranho, olhos grandes demais, mas não ficou ruim, porque né, crianças fofas são a minha praia. Nesse filme os Cullen precisam reunir todos seus amigos vampiros para evitar um massacre dos Volturi. O que torna tudo bem mais divertido são esses vampiros com dons maravilhosos e que não seguem a dieta somente de animais, se vocês me entendem. Também temos maior envolvimento de Jacob (Taylor Lautner) na história, só né, não posso falar o porquê, ou vou levar pedrada da galera que não leu o livro.  Dando aqui um adendo importante ao fato da sessão inteira ter gritado quando ele aparece só de cueca na tela. Meninas, preparem as câmeras e os celulares!

Ai gente, não posso falar mais muita coisa pra não estragar as supresas, só que o filme ficou fantástico, digno do encerramento de uma saga que tem milhares de fãs pelo mundo todo. A adaptação do livro ficou perfeita, mostrou todos os detalhes importantes e conseguiu passar toda a tensão que as cenas antes da batalha, e da própria batalha, merecem. Por sinal, façam um exame de coração antes de ir pro filme porque tem fortes emoções em algumas cenas, do tipo que eu já estava arrancando uns bons fios de cabelo da minha cabeça! Mais uma saga que chega ao fim deixando alguns fãs órfãos, muito choro nas salas de cinema e aquele sentimento de nostalgia que só quem é fã entende. Hatters gonna hate, fãs irão amar e os namorados santos que forem ver para acompanhar suas senhoras (beijos Lindo!) vão curtir o filme. As lágrimas e a saudade do topete do Edward ficam por nossa conta, meninas.

 

Título Orginal: Breaking Dawn – Part 2

Lançamento: 2012 (EUA)

Direção: Bill Condon 

Elenco: Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner, Peter Facinelli, Elizabeth Reaser, Ashley Greene, Jackson Rathbone, Kellan Lutz, Mackenzie Foy, Lee Pace, Dakota Fanning, Maggie Grace, Michael Sheen

Duração: 155 min.

Gênero: Romance/ Drama