Crítica: Atividade Paranormal – Dimensão Fantasma

Lá se vão 8 anos desde que a casa do casal Katie e Micah começou a ser assombrada. De lá pra cá muita coisa aconteceu e mesmo após 3 sequências e um spin off,  pouca coisa foi explicada, mas esse era o charme de Atividade Paranormal. Com o seu visual de terror documental, a tensão sempre apavorou mais do que a mitologia dos filmes. E chegou a hora de saber que diabo estava acontecendo, ter todas as respostas. Enfim…o fim.

Atividade 5 ft 1

Agora conhecemos uma nova família, os Fleege, formada pelo pai Ryan (Chris J. Murray), a mãe Emily (Brit Shaw) e a filha Leila (Ivy George). Se mudando para uma nova casa, e arrumando-a para as festas natalinas, Ryan e seu irmão acham uma caixa cheia de antigas VHS e uma câmera especial, onde Ryan logo percebe que vê mais do que imagens, percebe que há uma presença na casa. Aos poucos, e enquanto vê sensíveis mudanças na sua filha, Ryan descobre a verdade sobre câmera, a presença e o real motivo por trás do que está acontecendo.

Atividade 5 ft 3

Bem, passados 4 filmes e um spin-off, preciso dizer que o formato do terror que fez tanto sucesso não favoreceu esse que foi prometido ser o último filme da franquia, tornando-o bastante repetitivo. A proposta de finalmente dar forma ao vulto que nos assustou por tanto tempo também não colou, e eu esperava mais conexões com os filmes anteriores, coisa que também não aconteceu e pelo contrário, foi completamente deixado de lado, como a família do quarto filme, a sobrevivente do segundo filme. O spin off “Marcados pelo Mal” nesses quesitos, faz um trabalho muito melhor.

Atividade 5 ft 3

A única explicação do filme acerca o passado das irmãs após o fim do terceiro filme e finalmente sabermos quem é o espirito que assombra as famílias. A idéia do 3D é criativa, de inúmeras câmeras rodeando a casa, só o vemos na câmera especial, a que, assim como a família, nos permite ver a atividade. Em cenário geral, a Dimensão Fantasma cumpre o que se destinou, só que infelizmente só cumpre a isso, não trazendo nada inovador e nem um final tão empolgante. Mas se você só tá afim de curtir uma sessão cheia de sustos e tensão, talvez seja exatamente o que você procura.

 

Paranormal Activity: The Ghost Dimension, EUA, 2015 – 88 min.

Elenco: Chris J. Murray, Brit Shaw, Ivy George, Dan Gill, Olivia Taylor Dudley.

Direção: Gregory Plotkin.