Crítica: Família do Bagulho

Eu juro para vocês que gostaria de entender aonde os tradutores arranjam essa traduções bizarras para nomes de filme aqui no Brasil. Não sei em que mundo ou em qual cabeça seriamente danificada “We’re the Millers” vira Família do Bagulho. Mas o trocadilho virou o nome do filme, o que me fez fechar a cara para ele antes de vê-lo. E ainda bem que deixei a birra de lado e fui assistir no cinema.

1

Nesse filme, uma turminha do barulho… não, brincadeira. A história começa a se desenvolver depois que o traficante David Clark (Jason Sudeikis) é roubado, e seu chefe Brad Gurdlinger (Ed Helms) o obriga a ir até o México fechar uma negociação e voltar para os EUA com um carregamento de maconha. Para conseguir passar pela fronteira, David tem uma ideia: recrutar uma família falsa para não levantar suspeita. Então, ele convida a stripper Rose O’Reilly (Jennifer Aniston) para ser sua esposa, a delinquente sem teto Casey (Emma Roberts) para ser sua filha e o virgem Kenny (Will Poulter) para ser seu filho, e juntos, os quatro são os Millers, uma família normal ao primeiro olhar. Óbvio que não vai ser assim tão fácil, e ao longo da história nós acompanhamos os dilemas de cada personagem, o sufoco que eles passam e a dinâmica entre eles.

2

Acertaram em cheio na escolha dos atores para o papel, fica tão natural e divertido que a hora passa e você nem se dá conta disso. Jason Sudeikis está ótimo no papel, assim como o restante da “família”. Todos tem tiradas ótimas, algumas piadas de baixo calão (comédia nos EUA, esperavam o que?) e seus personagens, por mais que seja uma comédia, tem uma certa profundidade que me agrada, todos tem suas motivações e histórias. Os personagens de apoio, como a família Fitzgerald, são tão engraçados quanto. Porém, pra mim, o destaque do filme é Jennifer Aniston. Eu sou apaixonada por ela desde a eterna Rachel, como boa fã de Friends que sou, e acho que ela só veio melhorando com o tempo. Sua personagem é engraçada, mas faz com que você torça por ela até o final. E também Jennifer está aí para nos lembrar que mesmo estando com 44 anos é mais bonita que duas de 20 juntas (a cena do striptease faz com que você, amiga mulher, queira ir chorando para um quarto escuro depois de ver o corpo sarado dela).

3

Nos últimos tempos reclamei muito aqui, não estava dando sorte com os filmes, mas enfim apareceu um que cumpriu seu papel com maestria: me entreter. Família do Bagulho é um filme divertido, que irá te arrancar risadas o tempo todo, e acaba que, por mais loucos que os personagens sejam, você irá enxergar um pouco da sua família neles. E ah, fique até os créditos, porque as cenas depois do filme são imperdíveis!

 

We’re the Millers, EUA, 2013 – 110 min.

Elenco: Jennifer Aniston, Jason Sudeikis, Will Poulter, Emma Roberts, Ed Helms, Nick Offerman, Kathryn Hahn, Molly C. Quinn

Direção: Rawson Marshall Thurber