Crítica: Meu Namorado é um Zumbi

Galera taí a crítica de Meu Namorado é um Zumbi, feita pela nossa colega Ingrid Reis, do Blog Cinema para Sempre. Curtam bastante:

Meu namorado é um Zumbi (Warm Bodies) não é um filme de zumbis para ser levado a sério, e não só porque um zumbi se apaixona por uma humana, mas porque a história em si é realmente uma chacota. O longa é uma paródia sobre zumbis e cumpre perfeitamente seu propósito com muitas cenas engraçadas. Não há como levar o filme a sério.

R (Nicholas Hoult) é um jovem vivendo uma crise existencial – ele é um zumbi. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima. Julie (Teresa Palmer) é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a “vida” de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos- vivos, e talvez o mundo inteiro.

O que mais impressiona no filme são suas referências de crítica social e filosofia, é claro que não é nada muito profundo, mas elas estão lá. Os fãs de Shakespeare podem ser surpreender também, já que a história tem um quê de Romeu e Julieta também, sem perder o bom-humor é claro. A produção mesmo sendo uma comédia de zumbi teve o roteiro e a direção de Jonathan Levine, que foram boas o suficientes para entreter o público e apresentar passagens brilhantes, e alguns problemas sérios.

Vale destacar também a ótima trilha sonora, que dá o ritmo certo as cenas, auxiliando o desenvolvimento da trama.

O longa também conta com atores muito bons, Rob Corddry definitivamente rouba a cena sempre que aparece, com seu zumbi divertido e melhor amigo de “R”. Hoult por outro lado também surpreende e consegue tornar “R” não tanto caricato e faz uma interpretação brilhante e sem muitos exageros. Já Teresa Palmer é o par romântico perfeito, encontra a química certa e luta com “unhas e dentes” para defender seu amado.

Meu namorado é um zumbi” é do mesmo estúdio que “Crepúsculo”, mas é uma trama bem diferente, a começar pelo gênero. O primeiro é uma comédia romântica, o segundo é apenas um romance. Ainda assim o novo filme não é tão raso e pode ser uma grata surpresa se você estiver disposto a assistir.

Warm Bodies, EUA, 2013 – 98 min.

Elenco: Nicholas Hoult, Teresa Palmer, Rob Corddry, John Malkovich.

Direção: Johnathan Levine.