Crítica: Os Penetras

Galera, assistir filmes de comédia é complicado porque cada um se diverte com uma coisa. Eu, por exemplo, gosto mais das comédias que surgem por uma situação, e não daquele festival de escatologia que são os filmes do estilo American Pie, o que se esperaria de um filme brasileiro, você deve pensar. Mas de uns tempos pra cá não é o que vem acontecendo, o Brasil vem lançando ótimos produtos e apesar de Os Penetras não ser nenhuma “sétima maravilha do mundo”, cumpre o seu papel muito bem.

Na fita conhecemos Marco Polo (Marcelo Adnet), tremendo vigarista que, junto com o seu padrinho Nelson (Stepan Nercessian) vive de dar golpes em turistas e entrando em festas da alta sociedade sem ser convidado, um verdadeiro bicão. Até que um belo dia ele conhece Beto (Eduardo Sterblitch), cidadão que veio ao RJ à procura de sua namorada. Marco Polo oeferce ao rapaz a sua ajuda, mas se apaixona pela gata (Mariana Ximenes) logo de cara. Assim, Marco Polo e Beto partem pra cima e pra baixo na cidade maravilhosa, atacando de penetras em várias festas, caçando a gata.

Cara, a história é simples, mas as partes hilárias demoram para chegar, ele só engrena mesmo depois de uns 20 minutos de filme, e mesmo assim não espere nada tipo “Sexo, Amor e Traição”. Só nos resta ver a atuação dos caras. Eu gosto muito do Adnet, mas acho que ele nesse papel de vigarista sedutor ficou muito clichêzão, até o Nercessian tava mais engraçado do que ele. As cenas mais engraçadas ficaram pro excelente Sterblitch, que faz o seu humor já característico pra quem assiste o Pânico. Nada de novo, mas nem por isso deixa de ser hilário. Mariana Ximenes de mulher sensual é redundante, ela já é linda demais. E até o elenco de apoio, que conta com Luiz Carlos Miele, Suzana Vieira e muitos outros, não deixa a peteca cair.

Gostei de Os Penetras por ele ser engraçado sim, mas principalmente pela forma como ele apresenta esse humor, sem exageros e sem a mesmice de colocar os personagens em situação de vergonha alheia total. Acho isso um avanço pro cinema, principalmente o de um país onde acham que só  o que temos de bom é peito e bunda. Afinal, “Nós Mudamos. Nós Mudaaamoos”

 

Os Penetras, BRA, 2012 – 97 min.

Elenco: Marcelo Adnet, Eduardo Sterblicth, Stepan Nercessian, Mariana Ximenes, Luiz Carlos Miele, SuzanaVieira.

Direção: Andrucha Waddington.