Resenha: A Serbian Movie – Terror sem Limites

A Serbian Movie foi proibido em inúmeros países, e em alguns estados do Brasil inclusive, devido ao seus inúmeros atos de violência. Logo de cara, já falo que não é meu estilo de filme, mas devido a tantas notícias de censuras e proibições do nosso Ministério, e quem tem internet não morre pagão, tive a súbita curiosidade de assistir e ver se o estardalhaço era pra tanto. E já digo que foram 104 minutos da minha vida perdidos assistindo a essa idiotice que eu nunca mais vou recuperar.

O filme mostra um ator pornô que está sem trabalho há um bom tempo devido a sua já avançada idade para o ramo. Não que ele ligue, mas decide voltar a ativa após receber proposta de um misterioso milionário para gravar uma última fita. O problema é que o estilo da fita não é bem o estilo que ele estava habituado, e ele vai absorvendo todo aquele novo cenário cheio de perversão e subversão.

Entre cenas de estupro e pedofilia, o filme não passa absolutamente nada de terror. Só suas cenas de matança grotesca não bastam para ser classificado como terror, e pra mim uma fita dessa nem cult é. Aí entra a questão da censura. A censura vendeu mais o filme do que ele próprio, com todas essas proibições e dramas em torno do mesmo. Garanto que se não fosse isso, o filme ia chegar, passar e ninguém ia sequer percebe-lo e eu nem estaria escrevendo sobre ele.

Então, A Serbian Movie – Terror sem Limites é um estilo de terror que acho super cretino e, depois desse filme, definitivamente desnecessário. Fiquem à vontade pra assistir (mas só se vocês forem de Maceió, pois só lá que está passando), mas já fica registrado que uma cretinice desse tipo nem vale a pena passar perto.