Resenha: Cilada.com

No programa exibido pela Multishow sempre vemos Bruno Mazzeo caindo em alguma situação que acaba virando uma verdadeira cilada mas alguém, fosse um amigo ou namorada, era a causa dessa cilada. Em Cilada.com, dessa vez Bruno cai na cilada por conta própria.

Acontece que durante um casamento Bruno chifra a namorada (Fernanda Paes Leme) e é pego de calça arriada, literalmente. O cavalo escolhido pra vingança dela é colocar no Youtube um vídeo de uma transa mais rápida do que camelôs fugindo do rapa e vira hit, daí o “.com” do título. Zoado pelos colegas, no trabalho e basicamente em todos os lugares, Bruno tenta planejar uma vingança, mas acaba é reavaliando todo o seu relacionamento com a namorada que traiu.

Diferente dos programas, mas até por motivos óbvios pra narrativa, o filme se apresenta mais como uma comédia romântica, mostrando o rapaz arrependido que tenta desfazer a cagada que fez, mas ainda tem bastante espaço pra comédia que fazem o programa valer a pena, e é nesse quesito que Cilada se garante. Bruno se enfia em uma situação mais hilária do que a outra pra conseguir se vingar da namorada, desde programas de TV até antigas namoradas malucas.

O elenco também tá muito legal e tem personagens hilários, em especial o cineasta doidão Marconha e o amigo fanfarrão Sandro (as frases que ele lança no inglês precário são hilárias), além de participações muito divertidas.

Embora em alguns momentos o filme possa passar a impressão de ser um tanto machista, principalmente por atos um tanto egoístas do personagem principal, no geral Cilada.com é uma boa diversão em tempos de que esse humor estilo stand up faz tanto sucesso.