Resenha: 2 Broke Girls – 1ª Temporada

Quem tá roendo unha pra volta das séries em setembro, curte, quem tá morrendo do coração, compartilha! O fato é que todo mundo se apega a alguma série e quando a temporada acaba fica faltando aquelas horinhas do dia que você dedicava exclusivamente pra ver os novos episódios. Eu e o boy estávamos procurando algo de diferente pra ver (beijos Lindo!) e um dia eu estava vendo a Warner como sempre, e isso não é merchan, e eis que surge 2 Broke Girls!

2-broke-girls-capa-1

2 Broke Girls já me chamou a atenção por ser dos mesmos produtores de Sex And The City, que como vocês sabem é o amor-verdadeiro-amor-eterno de 80% da população mundial feminina (Carrie,te amo!)! Outra, porque a mesma atriz que trabalha no filme Nick and Norah, Kat Dennings, é uma das atrizes principais e eu sou só amor por ela. E né, eu sou dessas que quando me apego a um formato de série ou a uma atriz, eu costumo acompanhar até ver no que vai dar. E a surpresa com 2 Broke Girls foi uma das melhores!

A série narra a vida de duas garçonetes: Max (Kate Dennings), uma garota pobre, e Caroline (Beth Behrs), que nasceu milionária, mas perdeu tudo por causa de seu pai corrupto. As duas se tornam amigas quando começam a trabalhar juntas na mesma lanchonete no Brooklin, e depois dividem a mesma casa. Com a convivência, elas acabam começando o sonho de abrir uma loja de cupcakes, só que para isso precisam juntar 250 mil dólares. Detalhe, Caroline leva pra casa uma das poucas coisas que conseguiu tirar da sua mansão e que ela ama: Chestnut, seu cavalo!

A cada episódio é uma luta pra poder pagar as contas e economizar o que der para abrir a loja de cupcakes, para que Caroline aceite sua nova condição social e Max entenda os hábitos de menina rica de Caroline.

analise-2-broke-girls-1t-01

Os momentos de risada garantida ficam além da interação das duas personagens principais, o elenco todo é muito bom no geral. Impossível não amar o Earl (Garret Morris), o velhinho adorável e hilário que fica no caixa da lanchonete, ou ficar assustada com as bizarrices e frases de efeito do cozinheiro Oleg (Jonathan Kite). E todos eles trabalham para o pequeno chinês Han Lee (Matthew Moy), que é uma graça tentando ser o típico americano descolado!

Minha personagem principal favorita é a Max, porque ela tem todo esse humor sombrio com tiradas sarcásticas que eu a-do-ro (Por isso amo/amava o Chandler Bing, em Friends)! Mas a comédia só se da pelo fato das duas personagens principais serem completamente opostas, mas que lutam por um sonho em comum. A série tem personagens secundários muito bons também como Sophie (Jennifer Coolidge), Peach (Brooke Lyons) e o que amamos odiar, Johnny (Nick Zano).

analise-2-broke-girls-1t-02

Super recomendo essa série pro pessoal que gosta de comédias, porque todos os episódios fazem rir sem exceção… mas tem alguns que fazem CHORAR de rir. A história em si é muito boa, o entrosamento do elenco é excelente e todas as histórias paralelas fazem você se emocionar, e claro, rir bastante! Aproveitem que  a segunda temporada ainda não começou e corram pra ver a primeira temporada toda, tenho certeza que ninguém vai se arrepender!

Quem começar a ver a série comenta aí o que achou, vou adorar ler as suas opiniões. :)